Por: Evelin

Resumo Golpe Militar de 1964 no Brasil

O Golpe Militar de 1964 no Brasil foi marcado por uma série de acontecimentos e para te ajudar a recordar os principais fatos separamos um post abaixo.

O Golpe Militar de 1964 no Brasil caracterizou-se pela falta de democracia, supressão de direitos constitucionais, censura, perseguição política, dentre outros acontecimentos.

A crise política iniciou com a renúncia de Jânio Quadros no ano de 1961, que foi substituído por João Goulart (Jango). O governo do mesmo foi marcado por organizações sociais entre estudantes, trabalhadores, dentre outras classes que ganharam espaço para intervir sobre as decisões do presidente.

Presidentes do Brasil

Golpe Militar de 1964 no Brasil

Em 19 de março de 1964 durante o governo de Jango tropas de Minas Gerais e São Paulo saem as ruas, contudo João Goulart refugia-se no Uruguai. Diante disso os militares tomam o poder e 9 de abril é decretado o Ato Institucional Número 1 (AI-1).

Castello Branco foi então nomeado presidente da República em 15 de abril de 1964. Em seu governo o mesmo prometeu defender a democracia, mas logo no início apresentou-se com atitudes contrárias.

O governo de Castello Branco foi marcado pelo bipartidarismo: Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e a Aliança Renovadora Nacional (ARENA). O governo militar impõe uma nova Constituição para o país.

No ano de 1967 Arthur da Costa e Silva lidera o governo militar mais rígido da história, pois o mesmo aposentou juízes, cassou mandatos e aumentou a repressão militar e policial.

Censura política nas ruas

Doente, o presidente é substituído por Aurélio de Lira Tavares (Exército), Augusto Rademaker (Marinha) e Márcio de Sousa e Melo (Aeronáutica).

Já no ano de 1969 Emílio Garrastazu Medici ganha o cargo de presidente. Seu governo ficou conhecido como ”anos de chumbo”. Nesta época os jornais, revistas, livros, peças de teatro, dentre outras formas de expressão artísticas são censuradas.

Na área econômica o Brasil ficou bem sucedido, porém os empréstimos estrangeiros resultaram em dívidas externas.

No ano de 1974 a 1979 o país ficou sobre os comandos do general Ernesto Geisel que acaba com o AI-5, restaura o habeas-corpus e abre caminho para a democracia no Brasil.

O governo do general João Baptista Figueiredo foi marcado pela aprovação da lei que restabelece o pluripartidarismo no país, ou seja, os partidos voltam a ser organizados dentro na normalidade.

Nos últimos anos o governo militar apresenta vários problemas tais como inflação alta e o movimento das Diretas Já. O mesmo era favorável à aprovação da Emenda Dante de Oliveira que realizava eleições diretas para presidente.

Em 15 de janeiro de 1985 Tancredo Neves foi eleito o novo presidente da República. Porém o mesmo fica doente e é substituído por Jose Sarney. Por fim em 1988 é aprovada a constituição para o Brasil e o povo ganha princípios democráticos como o direito de liberdade, expor ideias, adotar uma religião, dentre outros.

Informações sobre a ditadura militar

Procure ficar sempre informado sobre os acontecimentos que foram marcantes para o Brasil!



Nenhum Comentário Quero Comentar!

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Comentário

Pesquise!

Cadastre-se!

Compartilhe!