Por: Lucimara

Pimenta do reino faz mal à saúde?

A pimenta do reino é um alimento extremamente benéfico para a saúde. Veja informações sobre o tempero e suas propriedades medicinais.

Pimenta do reino derramada e moedor manual

A pimenta é vista como auxiliadora na cura de diversas doenças.

Muitas pessoas acreditam que a pimenta do reino faz mal à saúde, mas engana-se quem pensa assim. Além de ótimo tempero, ela contém uma série de medicamentos naturais, tais como: anti-inflamatório, analgésico, vitaminas, etc. Tais propriedades já são exploradas há muito tempo pelos homens primitivos e hoje são comprovadas pela ciência.

O sabor ardido da pimenta é justamente da substância química que contém propriedades benéficas à saúde. Embora muitas pessoas acreditem que ela deve ser evitada justamente devido seu ardido, podendo provocar úlcera, gastrite e pressão alta.

Incluir a pimenta do reino na alimentação é essencial para a prevenção de determinadas doenças. Além de que a pimenta proporciona mais sabor aos pratos.

Substância benéfica

Pimenta do reino derramada na mesa

A pimenta do reino conta com uma substância que se chama piperina, a qual libera endorfinas que são analgésicos naturais muito potentes. Ao ingerir alguma coisa apimentada, a piperina ativa os receptores sensíveis na língua e na boca, de um modo geral. Tais receptores enviam a mensagem ao cérebro de que a língua estaria “queimando”, onde o cérebro responde querendo salvar a pessoa, liberando saliva, fazendo a pessoa transpirar e fazendo suas narinas ficarem úmidas. Tudo o que acontece é somente uma reação à ingestão deste tipo de alimento, a pimenta em si não causa nenhum dano físico real.

A piperina é um estimulante natural que intervêm na absorção de selênio, betacaroteno, vitamina B e ainda auxilia na digestão, favorece a circulação no estômago, ajuda na cicatrização de feridas, etc. Lembrando que tal substância também é antioxidante e antienvelhecimento.

Outros benefícios

Além de seus princípios ativos, a pimenta do reino é rica em vitaminas A, E e C, zinco e potássio, ácido fólico, entre outros. A pimenta ainda é vista como um alimento funcional, pois apresentam nutrientes e componentes que promovem a preservação da saúde.

Também é usada como matérias prima para a fabricação de diversos remédios para dores musculares, problemas gastrintestinais, reumatismo e de prevenção à arteriosclerose.

O consumo de pimenta do reino ainda ajuda contra baixa imunidade e depressão, pois libera noradrenalina e adrenalina, para os casos de esquistossomose e enxaqueca. Atua também no combate nos males do coração, no câncer, na hipertensão e na obesidade.



Nenhum Comentário Quero Comentar!

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Comentário

Pesquise!

Cadastre-se!

Compartilhe!