Por: Fernanda

O que é lixo espacial?

Há pouco tempo vimos reportagens dizendo que um satélite de seis toneladas iria cair na terra, ele tinha se tornado um lixo espacial, mas afinal o que é isso?

Em volta do nosso planeta Terra podemos encontrar com a atmosfera, após ali, temos acesso á todo o espaço e aos outros planetas. Foguetes, naves espaciais, satélites, dentre outras coisas que vão até outros planetas para fazer pesquisas.

Portanto o lixo espacial é composto por detritos de naves, satélites desativados, lascas de tintas, pedaços de mantas térmicas e foguetes e até mesmo ferramentas perdidas por astronautas, estes objetos ficam em rotação junto com a atmosfera, estes possuem os mais variados pesos e tamanhos.

O que iniciou este acúmulo de lixo no espaço foi um satélite artificial da Terra, Sputnik, que foi lançado em 1957 pela antiga União Soviética, hoje em dia, com a evolução da tecnologia há cerca de 800 satélites ativos em órbita, contabilizando no espaço aproximadamente 17 mil destroços e dezenas de milhões de partículas menores que 1 centímetro.

Nem tudo que foi colocado lá no espaço permanece em órbita, com o tempo eles vão perdendo a altitude e mais cedo ou mais tarde caem na Terra, tudo vai depender da altitude que eles foram deixados, com o tempo também os satélites não são mais utilizados assim são desligados, perdem a sua função e se transformam em lixo.

Mas esse grande depósito pode também gerar riscos, isso porque haverá um momento que terá tantos satélites que será quase impossível utilizar para o nosso bem, isso porque os objetos irão se chocar, gerando assim muitos fragmentos de um tamanho menor.

Para a saúde do planeta Terra este lixo espacial não faz muita diferença, o que pode ser ruim é que os fragmentos possam estragar os satélites e outras antenas importantes para mandar as nossas informações, a dificuldade em tudo isso é que limpar o espaço não é como limpar a nossa casa, ou um terreno baldio, isso porque não existe tecnologia para remover estes objetos que estão em órbita, e o investimento para isso é muito alto, tendo apenas projetos.

O último satélite que caiu foi o UARS lançado pelos EUA há quase 20 anos, caiu no último sábado 24 de setembro de 2011, este possuía 6 toneladas e caiu no oceano pacífico.



Nenhum Comentário Quero Comentar!

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Comentário

Pesquise!

Cadastre-se!

Compartilhe!